Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Mariée
Foto: Yellow Estudio
O casamento da Isa e do Renan foi tão maravilhoso que saiu na edição especial de 5 anos da Revista Mariée! Mas não poderíamos deixar de compartilhar essa belezura toda com vocês aqui do blog, né? O grande dia foi no melhor estilo balada chic, no Empório Guimarães em Londrina – PR. Enquando acompanha nas fotos da Yellow Estúdio, conheça mais da história desse casal que é lindo de viver – parecem saídos de um filme de Hollywood! <3

A Isamara e o Renan se conheceram nos primeiros dias de faculdade, quando ela havia acabado de se mudar para Curitiba. Eles se aproximaram de primeira, mas ela não tinha certeza se estava gostando mesmo da vida na nova cidade e isso acabou afastando um pouco os dois. Na véspera de um intercâmbio de 6 meses para Londres, o Renan foi até a casa dela, entregou pra ela uma flor e disse que estaria sempre ali
Enquanto a Isamara estava em Londres, eles se falavam todo dia, e ela começou a sentir falta dele e percebeu que era aquilo que ela queria! Quando voltou, eles começaram a namorar, passaram por muita coisa juntos, chegaram a morar juntos, terminar tudo e quando voltaram, era um relacionamento muito mais maduro. Eles ficaram noivos em uma viagem super especial pela Europa – o pedido foi em Roma, durante um jantar romântico, com o anel de noivado no lugar da sobremesa!
Mariée
Mariée
Assim que voltaram para o Brasil, já começaram o planejamento do casamento – os dois não gostavam da ideia de casamento tradicional, queriam algo que tivesse a carinha do casal. Foi aí que surgiu o conceito que levaram para o casamento: balada chique! Como as irmãs da Isamara já haviam se casado em Londrina, e tudo era mais fácil e familiar, optaram por fazer o casamento na cidade natal dela, onde já conheciam os fornecedores, e onde havia o local ideal: o Empório Guimarães

A noiva, que já trabalha com eventos, adorou a fase de planejamento, mergulhou em pesquisas, fez um álbum gigante de referências. Ela foi super detalhista com todas as escolhas do casamento, levando em conta que precisava executar as coisas do jeito dela. A escolha dos fornecedores foi criteriosa, valorizando aqueles que acreditavam no estilo de casamento que a Isamara e o Renan queriam ter. 
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
 A decoração era com muito verde, muita vela e arranjos suspensos. A mesa de doces foi substituída por uma mesa suspensa de brigadeiros gourmet, e a lembrancinha eram rasteirinhas de verniz com camélia em linho – a intenção era que as pessoas usassem mesmo após o casamento.
Mariée
Mariée
Mariée
A parte religiosa e espiritual aconteceu no jardim, e um amigo da família foi o responsável pela celebração. A trilha não era tradicional – escolhida pelos noivos em conjunto, era composta por versões instrumentais de musicas do Avicii, Zedd e Galantis – exceto e entrada da noiva, com uma versão da marcha nupcial com vocais de um coral, lindíssima. 

No momento de escolher o vestido, a Isamara já sabia mais ou menos o que queria – mas aí, decidiu perguntar para o Renan o que ele esperava ver. A descrição era bem parecida com o que ela queria, a única coisa fora do plano inicial era um decote! No meio de muita pesquisa, ela se encantou com os vestidos australianos – eram elegantes e femininos. Salvou alguns, entre eles um já preferido – que quando mostrou para uma de suas melhores amigas, ela encheu o olho de lágrimas e disse “é esse, eu te vejo nele!”. Até aí tudo bem, mas era um vestido do outro lado do planeta… Aconteceu aí a maior coincidência da vida da Isa: ela encontrou ele, sem querer, em uma loja em Curitiba. Era a última peça, off-white, e no tamanho dela! Era pra ser! 
Mariée
Ela nunca se imaginou de véu e grinalda, mas percebeu que o vestido pedia, para ter uma cara mais de noiva mesmo. A grinalda ficou de lado, mas o véu foi inspirado em um modelo Carolina Herrera, enxuto, com duas camadas para poder entrar com a camada mais curta na frente – foi o desejo mais tradicional dela, junto com a marcha! A partir da escolha da gravata do noivo, optaram dar aos padrinhos gravatas borboletas, e pedir que as madrinhas usassem vestidos em tons de nude.
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
O momento mais emocionante da cerimônia para a noiva foi quando abriram a pista, e ao contrário do esperado para um começo de festa, a pista já estava lotada! Aí os olhos encheram de lágrimas, o nó veio na garganta e o coração disparou – uma sensação maravilhosa ver ali, reunidos para celebrar o amor deles, todos os amigos e familiares, muitos que haviam viajado de Londrina a Curitiba, animados, felizes e dançando com eles! <3
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Lindos! Desejamos muitas e muitas felicidades ao casal <3
Vídeo: SUPER OITO FILMES

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Ficha Técnica

O que você acha?

Não há comentários ainda.