Cerimônia Intimista {Renata & Dan}

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Cerimônia de casamento intimista. Foi assim o casamento da Renata & Dan. O casal queria uma festa do jeitinho deles, zero tradicional e sem obrigações. O grande dia foi realizado em um restaurante em Curitiba, Paraná, com uma decoração super acolhedora, vem ver!
Mariée

“Só conhecidos”

“A gente já se conhecia há muito tempo, desde os 13 anos, aproximadamente”. 

“Tínhamos amigos em comum e  frequentávamos os mesmos lugares, mas nunca tinha rolado nada. Éramos só conhecidos”. 
Mariée
“Um dia, já com 20 anos, eu estava passeando na rua com as minhas amigas e ele e os amigos vieram dar oi para a gente e ele me deu um selinho sem querer (eu achei que tinha sido pelo menos)”.

“Depois disso ele começou a mandar mensagem e, um dia apareceu embaixo do meu prédio com uma garrafa de Coca-cola e um pacote de Mentos, para a gente fazer bomba (risos), foi nosso primeiro encontro oficial“. 
Mariée

A primeira viagem juntos

“Nossa primeira viagem juntos. Fomos para a Chapada dos Veadeiros e foi muito incrível”. 

“Descobrimos uma sintonia bem forte e uma paixão por viagens”. 


“Depois disso, nunca mais paramos, começamos a viajar todos os anos e, até hoje, as viagens fazem parte da nossa identidade como casal. 
Mariée

O pedido de casamento

“O Dan me pediu em casamento em um acampamento no meio do deserto, na Índia, fronteira com o Paquistão”. 

“É uma história muito engraçada, deu tudo errado, mas foi ótimo. Ele planejou me pedir durante um jantar, com letras de fogo escritas no horizonte do deserto “casa comigo” e fogos coloridos e silenciosos no fundo”. 

Mariée
“Um pouco antes do jantar ele foi conferir se estava tudo ok e viu que os indianos tinham escrito “CASA CAMIGO” em verde e rosa, além disso, esqueceram os fogos em uma cidade que ficava a horas de distância dali”. 

“Ele desistiu de pedir quando viu, mas depois o jantar acabou sendo tão legal que ele pediu ali mesmo, sem fogos e sem letra de fogo no horizonte”. 

“E acabou que virou uma história engraçada para contar!”  
Mariée
Mariée
Mariée

A cerimônia intimista

“A gente optou por um casamento intimista em um restaurante aqui de Curitiba”. 

“Contratamos a cerimonialista do lugar para cuidar de tudo no dia, mas toda a organização e contato com fornecedores ficou por nossa conta”.   
Mariée
Mariée

Decoração perfeita

“Queríamos algo bem intimista e pouco tradicional, então decidimos que em vez de lotar de flores faríamos com plantas, luzes e velas”. 

Mariée
Mariée
Mariée
“As decoradoras foram AS FLORISTAS e elas deixaram tudo do jeito que eu imaginava. Até melhor na verdade!” 
 “Elas entenderam a ideia e o clima que queríamos e executaram com perfeição.”
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée

A hora da cerimônia

“A cerimônia foi ao ar livre e bem descontraída”.

“Escolhemos um juiz de paz e pedimos para ele não falar sobre religião. O Dan entrou com a mãe dele. Depois as madrinhas e os padrinhos entraram intercalados e sozinhos, não fizemos pares”. 

“E, por último, eu entrei com a minha mãe e com o meu pai. O momento mais marcante foi a entrada, eu estava bem nervosa e com um nó na garganta (risos), depois relaxei e deu tudo certo”.
Mariée
Mariée
Mariée

“A cerimônia foi rápida e divertida!”

Mariée

O vestido da noiva

“Eu mandei fazer o vestido. Pesquisei mil referências, como uma boa viciada em Pinterest que sou. Daí, desenhei e mandei fazer com um costureiro que sempre faz vestidos para a minha família”.

“O processo foi um pouco estressante, porque é mais difícil de visualizar ele pronto e no caminho tem que ir adaptando, pois nem tudo sai como o esperado”.

“Mas, eu amei o resultado, ele era bem fluido, leve e confortável.” 
Mariée

A dica da noiva

“Relaxem e curtam o dia. Também é importante desapegar um pouco e saber que não é tudo que vai dar certo, mas que tá tudo bem”. 
Mariée
“Eu sou zero tradicional, então eu aproveitei o meu casamento como se eu fosse uma convidada”. 

“Dancei, comi um monte, bebi e curti com os meus amigos e com a minha família”. 

“Não fiquei presa à tradições e obrigações que não faziam sentido para mim, mas isso é muito pessoal e cada casal tem que definir o estilo de festa que quer”. 
Mariée
“Outro conselho bem importante, fazer o que vocês têm vontade sem se preocupar tanto com a opinião dos outros”. 

“A festa é de vocês e provavelmente um dos únicos momentos da vida que vocês vão conseguir reunir todo mundo que os dois amam. Aproveitem!”
Mariée
Inspiração perfeita para as noivinhas que sonham com uma cerimônia intimista, concordam?

Obrigada Rê & Dan por contarem a linda história de vocês. Desejamos felicidades, amor e claro, muitas viagens!

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Ficha Técnica

O que você acha?

Não há comentários ainda.