Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
casamento chuva noivo noiva gustavo franco ar livre erechim
Foto: Gustavo Franco
 erechim chuva casar casamento ar livre noivo noiva
“Chuva não desbota flor, nem o amor!” Mesmo com uma chuva torrencial o casamento da Catia e do Marcelo foi um sucesso!
A Catia e o Marcelo se conheceram na época da faculdade, quando pegavam o mesmo ônibus juntos. Se apaixonaram e 6 anos depois veio o pedido de casamento. Devido ao emprego em outras cidades, os planos do casamento foram adiados e o apartamento tomou frente, até que eles decidiram fazer algo mais simples para celebrar com os amigos. Mas é claro que a noiva não mediu esforços para que fosse um casamento inesquecível e cheio de detalhes lindos! Apesar de tudo ter saído perfeitamente, o dia teve uma situação que causou momentos de tensão. Vamos saber todos os detalhes e como os noivos lidaram com isso? Então confira a história e acompanhe as fotos lindas de viver do Gustavo Franco Fotografia!

Noiva: “Ele queria apenas um churrasco e chopp para os amigos, mas eu já sonhava em entrar de branco, casar no religioso, uma festa cheia de detalhes… Então procurei a empresa Festejar assessoria e cerimonial e já começamos a pensar em tudo. Quanto ao local não tivemos dúvida que a chácara da família, a mesma do nosso noivado, seria o local ideal. Um lugar muito bonito, em meio a natureza e que passamos muitos finais de semana durante nosso namoro. Com a definição do local o estilo do casamento estava definido: Uma cerimônia ao ar livre com a festa em tendas, decoração em estilo rústico, com flores amarelas (cor que eu adoro)”
 gustavo franco inspiração ar livre casamento noivo casar noiva
Foto: Gustavo Franco
casamento erechim chuva noivo ar livre inspiração casar
Noiva: “O próximo passo foi a escolha da data (estávamos em outubro de 2015), como queríamos este estilo de casamento pensei que o melhor mês seria janeiro, já que no Rio Grande do Sul é o mês com menos probabilidade de chuva. A cerimonialista tinha disponível 23 e 30 de janeiro de 2016. Conversei com minha amiga Cristiane, a única que sabia do casamento até o momento, e ela me disse “Faz dia 30, meu aniversário é dia 31 e nunca choveu, não lembro de ter passado um aniversário com chuva”. Foi aí que eu decidi por dia 30 de janeiro de 2016. Então eu tinha 3 meses para organizar tudo.

Comecei pelos convites, sou química e por hobby faço aromatizadores de ambiente, então o convite foi um aromatizador de ambiente com fragrância campestre, para já remeter ao estilo do casamento. Ficaram lindos, super originais. Contratei a decoração, mas muitos detalhes fiz questão de eu mesma confeccionar. Os padrinhos e madrinhas me ajudaram muito e passamos vários finais de semana organizando o casamento, limpando a chácara, podando as árvores, cortando tocos de árvores para a decoração, pintando placas de identificação, preparando as lembrancinhas… Enfim, foram 3 meses de muito trabalho. Os porta-guardanapos fiz com flores naturais sempre-vivas amarelas e fita de juta, pensei com muito carinho em cada detalhe e procurei eu mesma fazer para tornar tudo muito original e a nossa cara. 

Nosso desejo era que os convidados se sentissem muito bem e a vontade. As mesas foram divididas por setores e cada setor tinha o nome dos nossos grupos do whatsapp ou algo que representasse os convidados, por exemplo: Diretoria (dos meus colegas de trabalho), os líderes tricolor (os amigos gremistas dele) e vários outros. Em cima de cada mesa colocamos uma folha com algumas instruções e no final agradecemos a presença e finalizamos com a frase “Você fez parte da nossa história…Relembre alguns momentos”. E na sequência colocamos fotos nossas com os convidados que estavam sentados naquela mesa. Os convidados amaram essa homenagem e sentiram-se realmente que eram muito importantes para nós. As lembrancinhas foram leques, canecas de chopp, chinelos e uma foto tirada com polaroide impressa na hora e colada em um cartão de agradecimento.”
 chuva inspiração erechim noivo ar livre casar casamento
 noivo casar gustavo franco erechim inspiração ar livre chuva
 ar livre noiva casar erechim chuva gustavo franco inspiração
casamento inspiração ar livre gustavo franco casar noivo erechim
Noiva: “Preparamos a cerimônia em meio as árvores, a decoração foi com tocos de árvores, velas e caixas de madeiras com flores do campo amarelas. Na entrada havia um pergolado com flores pendentes. Para o corredor eu queria uma passarela com pétalas, mas acreditem, meu noivo fez uma surpresa e colocou na passarela de espelho, ficou lindo, não tem como descrever… Estava tudo pronto no sábado a tarde. A cerimônia iniciaria às 18:45 para que logo após a cerimônia acontecesse o pôr-do-sol. Naquela semana a previsão do tempo marcava chuva, com pancadas isoladas, da segunda até o sábado. Durante a semana não choveu nenhum dia, ao contrário do que mostrava na previsão. Na madrugada da sexta para o sábado deu uma pancada de chuva, eu me desesperei, mas amanheceu com tempo bom, um pouco nublado e assim ficou o longo do dia. 

No sábado a tarde quando estavam finalizando a decoração, a decoradora e a cerimonialista me pediram: “Catia, mantemos a cerimônia ao ar livre ou trouxemos para baixo das tendas?” Eu respondi “Vamos tentar até o último minuto, se chover na hora aí transferimos”. Às 18:30 eu estava saindo de casa para ir até a chácara, já que a cerimônia iniciaria pontualmente as 18:45. O tempo escureceu e o mundo desabou, choveu muuuito, a chuva só aumentava. Estavam comigo no carro o meu amigo Diego, que estava dirigindo, a Raquel, do cerimonial e o Gustavo Franco Fotografia que me dizia “Fica tranquila, a festa vai ser massa e as fotos vão ficar ainda mais legais”, todos tentavam me acalmar de alguma forma e por incrível que pareça eu não me desesperei, mantive a calma, não derramei uma lágrima e fomos indo em direção à chácara. Tivemos que atrasar 30 minutos, porque lá situação estava crítica, mas é claro que eu só fiquei sabendo disso depois do casamento, quando cheguei lá estava tudo normal. 
Os convidados chegaram todos ao mesmo tempo, tiveram que ser levados de guarda-chuvas até as tendas, teve muito vento e voou tudo o que estava em cima das mesas (inclusive o papel com as fotos dos convidados, que foram salvos com o secador de cabelo). A cerimônia teve que ser transferida para debaixo das tendas. As cadeiras molharam com a chuva que veio atravessada, as lonas laterais das tendas voavam e os padrinhos corriam para amarrar, se molharam inteiros. O noivo chorava achando que eu iria chegar chorando, descabelada, com a maquiagem toda borrada… enfim, foi uma correria que só mesmo com profissionais muito competentes que eu tinha ao meu lado nesse dia conseguiram contornar a situação e receber os convidados da melhor forma possível e disfarçar todo aquela correria”
 noiva noivo inspiração casar ar livre chuva casamento
 casar ar livre inspiração gustavo franco erechim casamento chuva
 noiva inspiração casamento noivo casar gustavo franco chuva
 ar livre casamento casar chuva erechim inspiração gustavo franco
“Cheguei as 19:20 quando tudo já estava normalizado, a chuva continuava de maneira mais calma e sem vento, os convidados já estavam todos acomodados. A cerimônia não aconteceu no local que eu queria, mas foi linda e emocionante da mesma forma, acho que até mais emocionante pela situação. Eu cheguei muito calma, falei o que eu tinha preparado antes de entrar, fizemos votos lindos. Todos se emocionaram… Um momento bem marcante foi quando a avó do noivo, de 90 anos, entrou com as alianças, ela entrou chorando e todos choravam juntos. Foi tudo muito legal e do jeitinho que nós queríamos. 

Acreditem, a festa foi até as 6:15 da manhã. Todos os convidados entraram no clima da chuva, tiramos várias fotos na chuva, deitamos na grama, ninguém se importou em se molhar e tudo era alegria e diversão. Acho que se não tivesse chovido a festa não seria tão divertida. É claro que nenhuma noiva gostaria de chuva no seu grande dia, mas é preciso aceitar a situação e não deixar que isso prejudique o casamento. Afinal, sonhamos muito com esse dia. E no nosso casamento foi exatamente isso que aconteceu…A previsão era 17mm de chuva e entre o sábado e o domingo choveu 279mm, e nosso casamento aconteceu da mesma forma, super divertido e deu tudo certo. Com certeza uma festa que vai ficar na lembrança de todos que estiveram conosco neste dia. E sim, faríamos tudo de novo, em nenhum momento ficamos arrependidos de termos feito uma festa ao ar livre, repetiríamos tudo igualzinho”
“É claro que nenhuma noiva gostaria de chuva no seu grande dia, mas é preciso aceitar a situação e não deixar que isso prejudique o casamento”
casamento casar erechim noivo chuva inspiração gustavo franco
 erechim inspiração casar casamento gustavo franco chuva noivo
 noivo chuva gustavo franco inspiração ar livre erechim casar
 gustavo franco inspiração casar erechim chuva noiva noivo
 gustavo franco chuva ar livre noiva inspiração casamento erechim
casamento gustavo franco casar noiva noivo erechim chuva
 ar livre erechim inspiração chuva noivo gustavo franco casar
 erechim casar gustavo franco noiva ar livre inspiração casamento
 noiva inspiração casamento chuva erechim ar livre casar
 ar livre noivo casamento chuva casar noiva erechim
Noiva: “Nós namoramos exatamente 12 anos, 4 meses e 26 dias e esperamos muito por esse dia. Pra nós, o casamento é um rito de passagem, um caminho para outro tipo de vida: uma vida a dois. Agora o “eu” passa a ser “nós”, as decisões passam a ser de ambos, a opinião e sentimentos de ambos contam de forma igual”

Lindos! Desejamos toda a felicidade do mundo para os dois!
FICHA TÉCNICA
Assessoria e organização cerimonial: Festejar assessoria e cerimonial
DJ: Alessandro Filipi
Música: Atração Especial: Dennis Manfredini
Cabelo & Make: Studio K
Bar: Dancing Show Bar
Buffet: Bom Mangiare
Decoração: Sônia Decorações
Vestido da Noiva: Ateliê Teka
Doces: Ateliê Sandra Doces
Iluminação e sonorização: Plexus
Topo de Bolo: Gabi Carlesso Atelier

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Ficha Técnica

O que você acha?

Não há comentários ainda.