Casamento ao Ar Livre {Anita & Sietse}

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O casamento de hoje é muito lindo, com uma cerimônia ao ar livre durante o dia, no sítio da família da noiva em Juiz de Fora – MG . Mas o mais fofo desse casamento é a história desse casal. Existe um conceito árabe chamado Maktub que diz que aquilo que tem que acontecer acontece, e isso combina muito com a história da brasileira Anita e do holandês Sietse. Vem conhecer esse casal e se encantar com as fotos da JULIANA KNEIPP.
Mariée
Noiva: “Em 2007 o Sietse veio para o Brasil fazer um intercâmbio e se apaixonou pelo país e em 2011 resolveu se mudar para o Rio de Janeiro. Paralelamente a isto, eu me mudei para o Rio em 2009. Moramos 3 anos na mesma cidade e nunca nos encontramos. Até que em um sábado nublado e aparentemente sem graça, eu havia combinado com uma grande amiga minha de uma ir a uma festa no qual os Naza Brothers iriam tocar. E foi justamente nesta festa que conheci o amor da minha vida.”
Mariée
Mariée
Mariée
“Após o nosso primeiro beijo, Sietse me contou que mudaria no dia seguinte para São Paulo e eu logo pensei que nunca mais iríamos nos ver. Para minha surpresa, continuamos nos falando periodicamente pelos 5 meses seguintes até que nos reencontramos no carnaval de 2015. Passamos o carnaval juntos, com direito a bloco, festa sertaneja e almoço no restaurante mais romântico e charmoso do Rio. Duas semanas e meia depois, após este maravilhoso reencontro fui visitá-lo em São Paulo e começamos a namorar. Maktub!”
Mariée
Pedido de Casamento
“No nosso primeiro dia de viagem, estávamos em Roma e o Sietse me disse que havia feito reserva em um restaurante bem legal. Fomos caminhando até o Gianicolo, que é uma colina que proporciona uma vista maravilhosa de Roma. Depois de assistimos a um pôr do sol espetacular, fomos caminhando entre as árvores centenárias e sentamos em uma pracinha que havia lá. Sisete sentou bem pertinho de mim, olhou no fundo dos meus olhos e começou a me falar: “Eu vim para o Brasil em 2007, depois eu voltei em 2011 e em 2013 minha vida não estava fácil e tudo conspirava para que eu voltasse para a Holanda, mas eu sabia que tinha que ficar, não sabia bem o porquê, mas sabia que ainda não era meu momento de sair do Brasil. Um ano depois eu te conheci e tudo fez sentido, eu entendi que eu tinha que ficar no Brasil pois o amor da minha vida estava lá. Por isto amor, eu peço aqui na ‘cidade eterna’ para o nosso amor ser eterno. Quer casar comigo?” 
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
“Os votos foram perfeitos, nos dois falamos como só poderia ser destino mesmo que nos uniu. Choramos e emocionamos a todos com as nossas lindas palavras e declarações de amor.”
Mariée
E olha que legal, a cerimônia foi celebrada pela amiga da noiva em português e em inglês (assim ninguém ficava de fora não é mesmo?)
Mariée
Mariée
“Nossa família e amigos vieram de muito longe para nós prestigiar. Tivemos mais de 50 pessoas de fora do Brasil (vindos da Holanda, Itália, Canada, México, Colômbia, EUA e Alemanha) e vários amigos de outras cidades (Rio, São Paulo, Fortaleza, Curitiba, Belo Horizonte)”
Mariée
Mariée

Decoração de Casamento em Sítio

Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
“A organização do casamento foi uma delícia! Nós dois participamos ativamente de todos os detalhes. Pesquisei muito em blogs de casamento, como a Mariée, e a partir das referências consegui mostrar para minha wedding planner e decoradora exatamente o que queríamos.”
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
“Eu e o Sietse nos conhecemos em uma festa do Naza Brothers. Tentarmos muito contrata-los para tocar em nosso casamento mas teoricamente não conseguimos. Após jogar o buquê olhei para o palco e vi o Rafael Nazareth (um dos Naza Brothres) lá e o Sietse com o microfone na mão perguntando quem estava no dia que nos conhecemos, e falando que tinha mais uma pessoa que estava no dia e era um convidado especial naquela noite. Eu fui à loucura e dançamos de 23h às 3h ao som espetacular do Rafael.”
Mariée
Mariée
Mariée
Mariée
Nós amamos conhecer essa história super fofa e romântica da Anita e do Sietse, é o que sempre falamos aqui no blog, quando é para acontecer vai acontecer, não importa o tempo ou a distância. 

E você o que achou dessa história? Conta pra gente!

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Ficha Técnica

O que você acha?

Não há comentários ainda.

Mariée