01/04/20

10 Livros Para Ler Na Quarentena

Que tal aproveitar esse tempo em casa para deixar as leituras em dia?
Ideias & Inspirações

PRÓXIMO

Uma páscoa diferente

ANTERIOR

Como Escolher o seu Vestido de Noiva na Quarentena?

Que tal aproveitar o tempo livre nessa quarentena e retomar a rotina de leitura? No post de hoje iremos te dar dicas para retomar esse bom hábito, além de uma lista com dez livros para ler nessa quarentena, todos imperdíveis, vem conferir!

Como ler mais na quarentena?

Desde que o termo quarentena entrou em nossas vidas, a nossa rotina mudou completamente. O quarto virou escritório e o tempo livre é inteiro gasto na Netflix. Em vez de ficar apenas nas séries, que tal aproveitar esse momento para retomar uma rotina de leitura? 

É claro que quarentena não é férias e todas as nossas tarefas ainda precisam ser feitas dentro de casa, mas que tal aproveitar aquele tempinho que sobra antes de dormir em um livro ao invés de assistir uma sequência de episódios? Sim, eu disse sequência, pois não precisamos abandonar a série preferida. 

A proposta é acrescentar esse novo hábito de forma leve, mas frequente. 

Não sei se está acontecendo com você, mas os meus dias estão sendo meio iguais, então acredito ser um bom momento de testar algo novo nessa rotina meio batida, ou até mesmo aprimorar algo que você já queria há algum tempo melhorar.

Tente pegar um livro todas as noites e leia poucas páginas por dia. Tenho certeza que aos poucos você vai se acostumar com essa nova rotina e até sentir falta quando deixar de fazer. Para te ajudar, escolhi dez livros sensacionais que vão deixar a sua quarentena ainda mais interessante!



 

10 livros para ler na quarentena

1. PESSOAS NORMAIS, SALLY ROONEY 

O livro da autora irlandesa virou um sucesso mundial. Ela já havia feito um buzz com o 'Conversa entre amigos', e com Pessoas Normais não foi diferente.

Rooney foi considerada como uma autora da geração millenial e incluída na lista de livros de 2019 de Barack Obama.

Em 'Pessoas Normais' conhecemos a história de amor entre Marianne e Connell. Longe de ser aquela história batida de comédias românticas, Rooney consegue nos transportar para as várias camadas de um relacionamento, que começa no colégio e perpassa por muitos anos da vida desses personagens.

Rooney consegue construir os personagens de maneira muito bem, em especial da nossa geração. Não apenas os personagens, mas consegue construir a relação entre eles de maneira densa e atual. 

Além disso, a autora é considerada uma das principais escritoras irlandesas contemporâneas, e nos livros dela podemos entender um pouco sobre a política irlandesa. 

2. O APANHADOR NO CAMPOS DE CENTEIO

Este foi um dos meus livros preferidos lidos no ano passado. Conhecer a história de Holden Caulfield, uns dos personagens queridinhos da literatura estadunidense foi sem dúvida especial. Narrado em primeira pessoa, o livro conta alguns dias na vida deste adolescente, que acabara de ser expulso da sua terceira escola, logo na vésperas do natal. No decorrer da história, Caulfield vai nos contando sobre o seu passado, sua família e sobre as pessoas que conhece durante suas andanças por Nova York. Um clássico que você deve ter na sua estante!

3. ENCLAUSURADO, IAN MCEWAY

O livro é contado sob a perspectiva de um bebê - que dentro da barriga da mãe conta sobre o universo ao seu redor. Não sou de dar spoilers mas ele será testemunha de um crime... Adorei a forma como ele conta as situações, seu jeito irônico, seu paladar refinado para vinhos e seu conhecimento sobre diversos assuntos, adquirido por meio de podcasts que a mãe escutou ao longo da gravidez. Vale a leitura!

10 Livros Para Ler Na Quarentena
4. O FILHO DE MIL HOMENS

Livro do escritor angolano radicado em Portugal, " O filho de mil homens" é um livro que transforma a língua portuguesa ainda mais encantadora. 
5. A VIDA PELA FRENTE, ROMAN GARY

Minha primeira leitura de 2020. Uma surpresa encontrada durante uma passadinha na livraria. O livro é um clássico da literatura francesa e foi recentemente publicado pela Todavia.

No livro, conhecemos a história de Mohammed, o Momo, um menino que vive em Paris com uma senhora judia, chamada Madame Rosa, em um bairro habitado por árabes, judeus e negros. Uma história rica em aspectos culturais e dilemas da vida, narrada por Momo, que possui maneira única de olhar os acontecimentos ao seu redor. Sem dúvidas um dos melhores que já li!

10 Livros Para Ler Na Quarentena
6. CANÇÃO DE NINAR, LEILA SLIMANI

Vamos falar de mulheres escritoras? A Leïla Slimani é uma escritora e jornalista franco-marroquina. Em 2016, foi premiada com o Prêmio Goncourt por seu romance Canção de Ninar. Segundo o Estadão, a escritora que vive na França desde os 17 conta que queria escrever sobre babás porque “acha que elas são personagens interessantes e porque acredita que, assim, poderia explorar a relação entre as diferentes classes sociais”. E o livro é muito interessante! Narra a história de uma família francesa que contrata a babá Louise. 

Já nas páginas iniciais, sabe-se que o bebê foi assassinado pela babá. A menina, mais velha, ficou gravemente ferida e não deve resistir. Ao longo da história passamos a conhecer o que se passou antes da tragédia. Como a autora contou, o livro trata das relações de poder entre babás e patrões, mas também sobre os preconceitos entre classes e culturas. Além disso, fala sobre o papel da mulher na sociedade e como a mulher é cobrada por conta da maternidade. Por se tratar de um romance atual, o livro também aborda a questão da imigração, tema super atual na política francesa.

7. SÓ GAROTOS, PATTI SMITH

Não conhecia muito bem a artista e ao ler a sua autobiografia me surpreendi com a sua história- um mergulho na história musical da década de 70. Patti é considerada uma das mulheres mais importantes do rock. Poetisa, fotógrafa, escritora, compositora e musicista. No livro, conta a história de sua vida e sobre o relacionamento com o fotógrafo Robert Mapplethorpe.

10 Livros Para Ler Na Quarentena
8. A MORTE DE IVAN ILITCH

Para quem quer adentrar na literatura russa, esse livro do Tostói é uma bela porta de entrada. Apesar de ser um romance curto, ele carrega uma sofisticação e uma reflexão que vai permanecer na sua cabeça por muito tempo. O escritor curitibano Dalton Trevisan uma vez disse que você se torna outra pessoa depois de ler essa história. Dá uma olhada na descrição:

"Nesta novela - considerada uma das mais perfeitas já escritas, Tolstói narra a história de Ivan Ilitch, um juiz de instrução que, depois de alcançar uma vida confortável, descobre que tem uma grave doença. A partir daí, este passa a refletir sobre o sentido de sua existência, numa experiência-limite de rara força poética, que só a grande literatura consegue traduzir."

9. UMA NOITE, MARKOVITCH

Comprei o livro meio sem saber do que se tratava. A minha única pista era a origem da autora (israelense) e que haveria elementos de realismo mágico. E que livro! A história é a seguinte: às vésperas da Segunda Guerra Mundial um grupo de jovens parte da Palestina para a Europa. A missão é resgatar moças judias, que podem escapar da guerra por meio do casamento. O plano é apenas de mentira e o divórcio acontece logo quando retornam ao Oriente Médio.

Só que um dos jovens, Markovitch, decide não desfazer do combinado, deixando a encantadora Bella presa ao seu nome. Um dos destaques do livro vai para Zeev Feinberg, amigo de Markovitch, dono de um belo bigode e um carisma de arrastar quarteirões. Depois me agradeça por ter te apresentado esse livro.

10. REVOLUÇÃO DOS BICHOS

A Revolução dos Bichos é um daqueles livros que você precisa ler na vida! Um dos clássicos da literatura moderna, escrito por um dos mais influentes escritores do século XXI, a ‘Revolução dos bichos’ é uma fábula sobre o poder e narra a insurreição dos animais de uma granja na Inglaterra contra seus donos. Contudo, o que era para ser uma mudança para melhor, a revolução se torna uma tirania ainda mais opressiva que a sofrida pelos humanos.

A narrativa é uma sátira da ditadura stalinista, feita na época em que a União Soviética ainda era aliada do Ocidente na luta contra o regime nazifascista, o que causou certo constrangimento na época de sua publicação. Mais tarde, na Guerra Fria, o livro serviu de arma ideológica contra o comunismo. Orwell, que era socialista, não gostou da forma como foi utilizado. O livro foi escrito de uma maneira fácil, para que pudesse ser assimilado por todos e traduzido no maior número de línguas e após tantos anos se tornou um livro atemporal, que nos apresenta de maneira fácil os riscos da manipulação política. 

10 Livros Para Ler Na Quarentena
Gostaram das dicas? Já leu algum? Conta para a gente!

Share Post.

00

00

00

Tags.

# livros
Newsletter
Receba informações
e novidades do
universo Mariée
REGISTRAR

Guia de Fornecedores

“Encontre o Profissional ideal para seu Casamento ou Evento!”

CATEGORIAS

TODAS AS CATEGORIAS
Moda
Acessórios & Grinaldas
Aluguel de Trajes
Joias & Alianças
Lingerie
Sapatos para Noivas
Traje para Noivos & Padrinhos
Vestidos de Festa
Vestidos de Noiva
Comunicação
Caligrafia
Convites & Papelaria
Itens Personalizados
Lembrancinhas
Pista Personalizada
Serviços
Assessoria & Organização Cerimonial
Celebrante
Filmagem
Fotografia
Serviços Especiais
Entretenimento
Bandas & Atrações Especiais
Cabines & Fotos Instantâneas
Coral & Orquestra
DJ, Iluminação & Sonorização
Música para Cerimônia
Música para Jantar & Recepção
Decoração
Decoração & Cenografia
Flores
Materiais para Locação
Gastronomia
Bebidas & Serviços de Bar
Bem Casados
Bolos
Buffets & Banqueteiros
Cafeteria
Doces & Delícias
Noivado
Beleza / Estética
Cabelo, Make & Dia da Noiva
Clínicas de Estética
Espaços
Espaços para Eventos
Viagem & Lua de Mel
Agências de Viagens
Hotéis & Resorts
Quem casa quer Casa
Arquitetura
Destination Wedding
Destination Wedding planner
Espaço para Destination Weddings

LOCALIZAÇÃO

TODOS OS ESTADOS
Distrito Federal
Espirito Santo
Maranhão
Minas Gerais
Paraná
Pernambuco
Rio de Janeiro
Rio Grande do Sul
Santa Catarina
São Paulo
Itália
México
Portugal
ATENDE TODO O BRASIL
ATENDE TODO O MUNDO

CIDADE

SELECIONE UM ESTADO
Deixe Seu Comentário.
Publicidade

ANTERIOR

Uma páscoa diferente

PRÓXIMO

Como Escolher o seu Vestido de Noiva na Quarentena?