CATEGORIAS

 

08/10/19

As fotografias afetivas da
Illuminart Fotografia

Fotografia & Arte

PRÓXIMO

A fotografia perfeita para o seu Destination Wedding no México

ANTERIOR

Os Kimonos da Maria com Chá

Sentimento. Vários deles. Em uma cerimônia é impossível não segurar a emoção. E, para registrar os melhores momentos é preciso que o fotógrafo esteja atento. Repare na espontaneidade e afeto dos noivos. Se você pensa em contratar um profissional assim, que tal saber mais mais sobre a ILLUMINART FOTOGRAFIA? Vem ver a entrevista completa! 
1. Como a empresa começou e quem faz parte?

"Começamos a 
ILLUMINART FOTOGRAFIA em 2011 em Goiânia, éramos eu [Renata Barbosa] e minha sócia Giselle Sahium (que saiu da empresa em 2015 quando se casou). Em 2017 me mudei para Pouso Alegre em Minas que é onde atendo hoje em dia."

2. Por que vocês decidiram trabalhar com casamento?  

"Entre todas as fotografias, casamento sempre me emocionou muito. Amo contar histórias e acredito que tudo que é importante merece ser fotografado, e o casamento é sempre o começo de uma nova história…"

"Casamento é sempre o começo de uma nova história"

3. Qual diferencial do seu trabalho para os noivos?

Uma fotografia Afetiva. Um diferencial no trabalho, é que os noivos não precisam se preocupar em posar ou em como devem se posicionar para as câmeras, eles podem ser verdadeiros e espontâneos.

Acredito que o que é simples e sincero é sempre mais bonito.

Busco uma fotografia que mostre em cada registro a simplicidade dos afetos, dos olhares, das emoções.

Nestes nove anos que estou trabalhando com a fotografia de casamento, passei por muitas modas na fotografia, muitas já se foram e outras chegaram (e isso deixa as fotos datadas e muitas vezes com o passar do tempo, são consideradas bregas ou fora de moda). 

A fotografia de casamento é um patrimônio para a família toda e para os que ainda vão chegar. 

Por isso, procuramos fazer uma fotografia atemporal e clássica (tanto no registro quanto no tratamento das imagens), que não saia de moda e que possa continuar emocionado aquela família ao passar das gerações.
4. Como seria o casamento que você sonha em fazer?

Os casamentos que mais gosto (e que por consequência são os que mais acabo fazendo mesmo) são os casamentos ao pôr do sol. 

Acho que existe uma certa poesia em se casar ao ar livre neste horário mágico. Um casamento que nunca fotografei e que considero que seria um sonho poder registrar um casamento ao pôr do sol, entre dois homens, com o making of dos noivos se arrumando, o afeto e a emoção de cada momento.

"Seria um sonho poder registrar algo assim"

5. Qual é a faixa de valores?

O valor dos ensaios são a partir de 800 e o valor para cobertura do casamento a partir de 3.000. 

6. Como está a agenda para esse e o próximo ano? 

Ainda tenho muitas datas livres para o próximo ano!

7. Que dica você daria para as noivas que estão organizando seu casamento? 

Diria que para que vocês possam ter fotografias perfeitas de cada instante, mesmo que nunca tenham sido fotografados antes, para que a essência de vocês possa ser vistas em fotografias daqui há 30 anos: VOCÊ precisa aproveitar de VERDADE o dia do seu casamento! Pesquisas mostram que essa é uma das coisas que as noivas mais se arrependem depois do casamento. 

Então, se preocupe, planeje, organize tudo como sempre sonhou antes, mais no dia mais importante, esteja tranquila e viva cada momento!  
Gostaram de saber mais sobre a ILLUMINART FOTOGRAFIA? Conta para a gente!

Share Post.

00

00

00

00

AUTOR

Ana Paula Motta Rabelo

Redação

Deixe Seu Comentário.
Publicidade

ANTERIOR

A fotografia perfeita para o seu Destination Wedding no México

PRÓXIMO

Os Kimonos da Maria com Chá